PME e tecnologia: união para crescer

Novidades que chegarão ao mercado brasileiro em breve tem tudo para aumentar a competitividade das pequenas empresas


19/06/2017 - Revista Desenvolve SP - edição 5

Novidades que chegarão ao mercado brasileiro em breve tem tudo para aumentar a competitividade das pequenas empresas

Marisol Machado, de Londres

Independentemente do setor, as pequenas e médias empresas sempre estão envolvidas em atividades que demandam ou produzem inovação. Seja no desenvolvimento de novos produtos, processos, serviços, estratégias de marketing ou no atendimento ao cliente, modernizar o trabalho é uma das estratégias mais eficientes para o processo de crescimento e o aumento da competitividade do negócio.

A tecnologia é ainda mais importante para as pequenas e médias empresas, porque podem influenciar de maneira direta na produtividade, simplificar a gestão e abrir novas possibilidades de negócios. Facilidade e agilidade são duas palavras em alta nas pequenas empresas europeias, principalmente em países como Reino Unido, Espanha e Portugal. Por aqui, as novas tecnologias já entraram na vida dos consumidores e das empresas. Um dos grandes destaques é o pagamento contactless, feito com o smartphone ou cartão bancário, e é aceito em restaurantes, supermercados e até mesmo no metrô.

Os pagamentos contactless não foram um sucesso do dia para a noite, demanda-se bastante tempo e planejamento para construir uma infraestrutura de sucesso. Hoje existem mais de 3,2 milhões de terminais usados em lojas e restaurantes em todo o continente europeu.

Amazon GO – o adeus às filas no mercado

A maior loja digital do mundo acaba de chegar a um novo nível. A Amazon anunciou recentemente que está testando a funcionalidade de uma loja física. Com a Amazon Go, basta usar um aplicativo instalado no celular, entrar na loja física que utiliza o sistema, escolher os produtos e sair, sem passar pelo caixa. A tecnologia Just Walk Out detecta automaticamente quando os produtos são retirados ou devolvidos às prateleiras e mantém um registro deles em um carrinho virtual. A conta é cobrada pelo próprio aplicativo quando o cliente sai da loja com os produtos

O projeto levou quatro anos para ser desenvolvido, e só agora começou a funcionar ainda em fase de testes, limitando-se apenas à compra de alimentos e bebidas. Por enquanto a primeira unidade do Amazon Go, localizada na cidade de Seattle, nos Estados unidos (onde fica a sede da companhia), é restrita apenas aos funcionários, mas a previsão é que ela passe a atender o público ainda este ano.

6 tendências tecnológicas para ficar de olho em 2017

1 Chatbots e assistentes virtuais: Os assistentes virtuais vão se tornar cada vez mais comuns em diferentes dispositivos e nas interfaces de utilizador que os empresários usam para gerenciar suas empresas. Estes sistemas irão trabalhar de forma autônoma e terão capacidades de autoaprendizagem.

2 Inteligência artificial: Com a expansão do volume de dados gerada por todo o tipo de sensores e dispositivos de um lado, e o software de análises e agentes inteligentes cada vez mais acessíveis e poderosos do outro, as empresas precisam encontrar formas de extrair mais conhecimento da atual riqueza do Big Data.

3 Blockchain: É a estrutura de dados que representa uma entrada de contabilidade financeira ou um registro de uma transação. Todas as indústrias que trabalham como intermediárias entre duas partes, tal como advogados, notários, imobiliárias ou intermediários financeiros, podem ser afetadas por essa abordagem.

 4 Sistema Cognitivo: Plataformas online poderão melhorar a experiência dos usuários por meio do sistema cognitivo e machine learning (máquinas, serviços e softwares que conseguem interpretar uma grande quantidade de dados e tirar conclusões a partir deles).

5 Infraestruturas baseadas em plataformas: Em 2017, mais e mais PMEs irão substituir os seus sistemas de software atuais por soluções integradas de software na “nuvem” (cloud).

6 Internet das Coisas: A ascensão da chamada Internet das Coisas (IoT) vai potenciar a criação de novos serviços e perfis de trabalho e as empresas devem explorar as oportunidades originadas por estas tecnologias

Fonte: Revista Desenvolve SP – edição 5, p.41


Receba notícias e informações sobre o Canal do Empresário