6 dicas para montar o planejamento estratégico da sua empresa

Pensar cuidadosamente em todas as possibilidades que podem impactar no desempenho da sua empresa pode ser o divisor de águas entre um negócio de sucesso ou fracasso. Confira algumas dicas preciosas para você montar um planejamento detalhado e bem sucedido para a sua futura empresa


16/10/2018 - Canal do Empresário

Um clássico bordão diz que ‘a propaganda é a alma do negócio’, por certo ela é uma parte muito importante na engrenagem de um empreendimento, porém, especialistas de mercado acreditam que o sucesso de uma empresa está diretamente relacionado ao seu planejamento. Pensar cuidadosamente em todas as variáveis que podem impactar no desempenho da sua empresa pode ser o divisor de águas entre um negócio de sucesso e um outro fadado ao fracasso.
Ter uma estratégia bem definida é imprescindível para quem deseja empreender. Separamos seis dicas preciosas para você montar um planejamento detalhado e bem sucedido para a sua futura empresa.

01 – Objetivo: Esse será seu ponto de partida. É preciso ter muito claro quais os rumos da empresa, bem como missão, valores e propósito. Estabeleça um foco.

02 – Pesquisa de mercado: Uma vez delimitado o foco de atuação, você precisa conhecer a concorrência. Quais são as maiores oportunidades e as principais ameaças ao seu produto? Faça um raio-x completo de todos os prós e contras do mercado escolhido e pense sempre a longo prazo.Estabeleça seu público alvo.

03 – Qualidade e custo: Posicione seu produto, defina o preço mais adequado de acordo com o mercado e com a qualidade do produto que você vai oferecer.

04 – Diagnóstico interno: Com base na pesquisa de mercado e uma vez, que o custo e a qualidade do seu produto foram definidos, faça uma análise dos pontos fracos e fortes da sua empresa. Saiba quais são suas fragilidades e compare com as da concorrência.

05 – Plano de Ação: Defina o passo a passo de como será a operacionalização da sua empresa. Desenhe os fluxos e trace a cadeia produtiva. Estabeleça questões específicas como estrutura, localização, instalações física, máquinas e mobiliário. Também é importante fazer estimativas acerca da capacidade produtiva ou de quantos clientes consegue atender por mês, além de traçar quantos funcionários a empresa terá e as atividades de cada um deles.

06 – Monitoramento: Acompanhe toda implementação avaliando sempre se é necessário ou não rever as estratégias traçadas. Lembre-se que é bem melhor errar no papel do que na prática.


Receba notícias e informações sobre o Canal do Empresário