Uma forcinha para acelerar o nascimento da sua startup


15/12/2016 - Site A Cidade On

Galera da Verdeando avisa: aceleração ajuda a validar a ideia e ter segurança com o negócio

Se sua startup está em busca de um modelo de negócio escalável, o melhor caminho é procurar uma aceleradora, que é um atalho rápido para o mercado que entra com o dinheiro, capacitação e contatos para viabilizar o negócio no menor tempo possível. Prova disso é que o tempo de aceleração dura, em média, seis meses.

Este é o caso da startup Verdeando, que está no quatro mês de aceleração pela SEVNA Seed, instalada no Supera Parque, e que foi fundada por Monique Salotti, Gustavo Gatto e Daniela Barbosa.

A plataforma colaborativa – que localiza restaurantes, feiras, lojas do ramo saudável e produtores orgânicos – é um projeto que atende o público vegetariano, vegano, praticantes de hábitos saudáveis ou aqueles que sofrem alguma restrição alimentar.

“Surgimos para solucionar o problema de quem quer consumir de uma maneira mais saudável. E, no processo de aceleração, estamos validando esta ideia”, conta Monique.

Ao contrário do que muitos pensam, segundo ela, no meio das startups a ideia não vale nada, mas sim a vontade de empreender e inovar. “Por isso, é legal que o empreendedor não se apegue à ideia, mas sim em validá-la para resolver o problema. Para ver se funciona e se o mercado quer”, explica.

Isso é fundamental porque o que faz sentido para o empreendedor pode não ter volume no mercado. “Daí não tem porque criar um modelo de negócio baseado em uma coisa que não vai se sustentar”, frisa.

Para Daniela, para sobreviver neste universo, é preciso acreditar muito no projeto e em como ele irá para o mercado. “A vantagem da startup que está sendo acelerada é que conta com muitos mentores. Então, a chance de validar e encontrar a solução certa para o mercado certo é muito alta”, garante Monique.

Nestes quatro meses, eles afirmam que a Verdeando se desenvolveu muito. “Estamos cada vez mais iluminados – com as validações temos segurança para seguir em frente”, afirma. “Isso é importante, pois quando os investidores vierem é esta segurança que vamos passar eles”, encerra.

Supera Parque

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto é resultado de uma parceria entre a Fipase, a Universidade de São Paulo (USP), Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no Campus da USP local, o Parque abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios. Ao todo, são 51 empresas instaladas no Parque, sendo: 40 delas na Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica; 10 empreendimentos no Centro de Negócios e dois na aceleradora SEVNA Seed.

Movimento pela inovação

Transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, essa é a missão do Movimento pela Inovação, iniciativa da Desenvolve SP para incentivar o investimento em inovação no estado de São Paulo. Durante o evento os empresários interessados recebem atendimento individual com consultores da Desenvolve SP para conhecer de pertos seus projetos e dar o melhor direcionamento para o estágio que o negócio se encontra. As formas de apoio vão desde uma linha especial de financiamento ou subvenção (não reembolsável), até aportes via venture capital, por meio de Fundos de Investimento em Participações, ou apenas orientação ao empreendedor para desenvolver melhor seu projeto de inovação para aumentar suas chances de captação de recursos.

Avaliação constante

A Educacross, startup ligada ao Supera Parque de Inovação e Tecnologia, de Ribeirão Preto, venceu o prêmio Lide Futuro Startup 2016, na categoria Startups de Impacto Social. Para Reginaldo Gotardo, diretor executivo da Educacross, o prêmio Lide Futuro Startup 2016 vai além do título recebido. “É uma oportunidade ímpar, que nos traz visibilidade e contato com grandes investidores, mentores e parceiros”, afirma. “Tivemos a oportunidade de mostrar como a Educacross tem transformado a realidade das escolas através da neurociência, da aplicação de técnicas novas de aprendizado e avaliação”, comemora.

Análise

“A seleção para o programa de aceleração do SEVNA Seed leva muito em consideração o time de empreendedores. Buscamos pessoas com perfis complementares. Nossa experiência mostra que um projeto de sucesso precisa de ao menos um especialista em negócios e um em tecnologia. Avaliamos também se a equipe tem de fato espírito realizador e se os sócios estão abertos ao trabalho colaborativo. Procuramos ideias inovadoras na área de tecnologia e direcionadas para mercados com alto potencial de crescimento. A ideia não precisa ser necessariamente a criação de algo inédito, mas pode ser a evolução inovadora sobre algo que não tem sido bem explorado. Como o programa é bastante intenso, é fundamental a disponibilidade dos sócios para dedicação integral ao longo de seis meses da aceleração.”

Ricardo Agostinho
CEO do SEVNA Seed

Fonte: https://www.acidadeon.com/ribeiraopreto/economia/NOT,2,2,1214244,Uma+forcinha+para+acelerar+o+nascimento+da+sua+startup.aspx


Receba notícias e informações sobre o Canal do Empresário