Inovação da indústria brasileira

Congresso Brasileiro de Inovação será palco do lançamento mundial de indicador, que leva em consideração o desempenho de 128 economia em diversos critérios em inovação


15/05/2017 - Site DCI Online

As maiores tendências em inovação e tecnologias digitais e seus impactos na indústria brasileira serão debatidas durante o 7º Congresso Brasileiro de Inovação, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Sebrae nos dias 27 e 28 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. O evento promete reunir líderes empresariais, autoridades e especialista. A expectativa neste ano, segundo organizadores, é receber até 3 mil visitantes, ante os 2 mil registrados na última edição do Congresso, em 2015. Entre os palestrantes estão Peter Diamands, autor de livros e fundador da XPRIZA.

Índice global será lançado dia 27

No dia 27 de junho, primeiro dia de atividades do Congresso, será feito o lançamento mundial do Índice Global de Inovação, um dos principais indicadores de inovação, editado anualmente pela Universidade de Cornell (EUA) e a escola de negócios Insead (França), em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). O documento apresenta o desempenho de 128 economias – mais de 97% do PIB mundial – em diversos critérios de inovação. É a primeira vez que o relatório será lançado na América Latina

Os desafios dos bancos de investimento

Mesmo que bancos de investimento tenham melhorado sua performance, eles ainda enfrentam diversos desafios para alcançar o crescimento de suas receitas e manter a competitividade em meio às mudanças no mercado de capitais. Essa é uma das principais conclusões do estudo “Global Capital Markets 2017: Mastering the Value Migration”, do The Boston Consulting Group (BCG). O sexto estudo anual do BCG sobre mercados de capitais e os negócios de bancos de investimento apresenta uma análise detalhada dos principais desenvolvimentos do mercado e das tendências.

Número de notas fiscais sinaliza retomada

O número de notas fiscais emitidas em abril chegou a 224 milhões e pode sinalizar uma retomada da economia do País, além de indicar um novo perfil de profissionais formalizados. A conclusão é de um levantamento feito pela Systax, empresa com um acervo inédito com mais de 3 milhões de regras tributárias e que faz acompanhamento de mudanças na legislação tributária em nível federal e estadual no País. O aumento do desemprego pode ter influenciado nas mudanças com mais profissionais passando a atuar como freelancer.

Wecash recebe aporte de R$ 120 milhões

A filial do Brasil da fintech chinesa Wecash recebeu um aporte de R$ 120 milhões para investir no País. O valor faz parte da terceira rodada de investimentos provenientes de US$ 80 milhões oriundos da matriz chinesa. Em nota, o presidente da Wecash no Brasil, Roger Madeira, disse que os recursos ajudarão a companhia a desenvolver produtos lançados em abril, incluindo promotoras de crédito, avaliação de risco e análise de crédito no aluguel de imóveis, financiamento on-line e CDC para pagamentos em e-commerce, além de cobrança e recuperação de crédito.

Fonte: http://www.dci.com.br/opiniao/inovacao-da-industria-brasileira-id624848.html


Receba notícias e informações sobre o Canal do Empresário