Busca pelo consenso é regra na Sorocap para conflito familiar


10/11/2016 - Site DCI Online

Conflito, sempre tem, o que não pode é existir atritos.” A frase de Alexandre Moreira, diretor da Sorocap, empresa do segmento de recapagem e manutenção de pneus na região de Sorocaba (SP), resume um dos casos mais bem-sucedidos de empresas familiares que já bateram à porta da Desenvolve SP. Fundado pelo patriarca Paulo, o então pequeno negócio foi crescendo e, na mesma medida, agregando familiares.

Atualmente a Sorocap conta com 100 colaboradores, que trabalham nas três filiais em funcionamento, dos quais cinco são membros da família. E Alexandre garante que todos têm consciência de que precisam se esforçar ao máximo para manter a administração da empresa fora da vida em família.

“Claro que nem sempre é fácil. Na verdade, nunca é. Mas procuramos nos policiar constantemente. Se percebemos que estamos levando os problemas da empresa para dentro de casa, para o âmbito familiar, tratamos logo de mudar de assunto para não misturar tudo o tempo todo”, explica o empresário.

A primeira pessoa da família que chegou para ajudar Paulo foi a esposa, seguida pelo filho mais velho, o próprio Alexandre, depois o mais novo e, finalmente, a mulher de Alexandre. “Cada um veio para atuar de acordo com suas aptidões e conhecimento, mas também consciente de que em muitos momentos todo mundo vai ter de trabalhar em outros setores que não aqueles em que são especialistas, mas que estejam eventualmente com demanda maior de serviços”, diz.

A palavra-chave para conciliar as diferenças de opinião que constantemente surgem no dia a dia da administração de um negócio familiar como a Sorocap, segundo Moreira, é o respeito mútuo e a busca de consenso. “É até importante que tenhamos visões e opiniões diferentes dentro da mesma empresa, porque se todos pensam do mesmo jeito e esse jeito se revela errado, fica-se sem saída e aí vêm os problemas”, avalia ele. “Mas é preciso sempre ouvir e respeitar a posição do outro e, principalmente, saber chegar a um consenso, percebendo o que é melhor para a empresa e resolver os problemas a cada momento.”

O processo de sucessão na Sorocap vem acontecendo de forma bastante tranquila, como explica Alexandre. “Meu pai ainda vem todos os dias à empresa, mas sem o compromisso de se envolver com a gestão cotidiana. Ele é uma espécie de grande conselheiro, que sempre procuramos ouvir, porque tem uma vasta experiência e visão do mercado importante, que nos ajuda a buscar soluções que muitas vezes não enxergaríamos”, diz.

Alexandre ressalva que não existe na Sorocap um conselho formal, com atribuições por escrito, mas sim na prática do dia a dia. O fato de os filhos entrarem para a sociedade sem experiência em outras áreas, ao contrário do que os especialistas recomendam, também não parece ter incomodado o fundador, que conta com o consenso de todos os membros na gestão do negócio.

Foi consensual, por exemplo, a decisão de abrir duas filiais nas cidades de Votorantim e Registro, ambas no Estado de São Paulo. Voltada para o atendimento do mercado de transporte de cargas e passageiros, a Sorocap soube aproveitar a localização privilegiada em rotas de intenso movimento, em especial ao longo da BR-116, Rodovia Régis Bittencourt. “Oferecemos um produto essencial para as transportadoras, porque nossos pneus recapeados saem por aproximadamente 40% do valor dos novos e têm a mesma vida útil, o que na atual situação do transporte no Brasil, com sua enorme malha rodoviária, é um importante diferencial para os resultados desse segmento da economia”, explica.

Além desse nicho de atuação, a empresa já ampliou seu leque de serviços, oferecendo borracharia, mecânica, alinhamento e manutenção em geral. E recentemente expandiu seu alcance também para carros de passeio, com uma área específica para este fim, montada na filial de Votorantim. “Foi uma mudança de objetivo que decidimos para ampliar as possibilidades, e que pode crescer, mas agora vamos nos concentrar em sobreviver ao atual momento de crise do mercado, segurando os planos de expansão para o futuro”, ressalta.

Alinhada ao crescimento da empresa, veio também uma preocupação muito frequente na área de produção, venda e recuperação de pneus: a questão ambiental. Por suas práticas de reforma com qualidade, a Sorocap foi a primeira empresa do seu segmento a receber o certificado de Selo Verde, em conformidade com as normas da ISO 14.020. “Esta conquista é o reconhecimento do pacto da Sorocap com o planeta e com a sociedade, que é reformar pneus com qualidade e garantia de maior vida útil, sem causar fortes impactos à natureza”, destaca o empresário.

Para fazer frente à expansão realizada, a Sorocap contou com o apoio da Desenvolve SP. “Procuramos no mercado as linhas de financiamento disponíveis, mas foi lá que conseguimos as melhores condições para obter o capital necessário à implantação de nossos centros automotivos, porque em bancos privados as empresas do nosso porte encontram muitas dificuldades”, conta Moreira.

Apontando o relacionamento “extremamente profissional que oferece opções de fomento muito mais atraentes que os bancos normais”, ele já está na terceira rodada de tomada de recursos junto à agência. “A análise para a concessão segue as mesmas regras rígidas de qualquer banco, mas tem a vantagem de permitir captar recursos de forma muito mais interessante, em custo e prazo, o que faz toda a diferença na hora de cumprir a missão de promover o desenvolvimento de São Paulo”, diz.

Fonte: http://www.dci.com.br/especial/busca-pelo-consenso-e-regra-na-sorocap-para-conflito-familiar-id586545.html


Receba notícias e informações sobre o Canal do Empresário