Dinheiro inteligente, para empresas inteligentes


15/10/2015 - Revista Desenvolve SP - 3ª edição - Págs. 22 e 23

Como um bom novo sócio, os fundos em participações compram uma parte da empresa e trazem muito mais que recursos financeiros

Em uma explicação bem simples, os fundos de investimento em participações (FIPs) podem ser considerados como um novo sócio da empresa, e um ótimo sócio! Daqueles que, além de recursos financeiros, vão trazer gestão, governança, networking e fazer de tudo para que a empresa cresça, pois, afinal, esperam retorno do capital investido.

Os fundos têm como estratégia a compra e venda de participação societária de empresas. O capital não entra como dívida ou financiamento, mas como um mo delo de venda de participação, em que membros do fundo passam a fazer parte do board e participar das decisões da empresa.

Além de oferecer opções de crédito de longo prazo, a Desenvolve SP também acredita nesse modelo de investimento. A instituição tem participação em cinco fundos distintos, um deles idealizado por ela própria, o Fundo de Inovação Paulista, que tem como investidores, além da Desenvolve SP, o Sebrae-SP, a Finep, a Fapesp e a Corporación Andina de Fomento (CAF).

FUNDO INOVAÇÃO PAULISTA

Perfil das empresas-alvo: startups e empresas com faturamento entre R$ 3,6 milhões e R$ 18 milhões.

Patrimônio do fundo: R$ 105 milhões, dos quais R$ 25 milhões são investidos pela Desenvolve SP.

Setores de atuação das empresas: tecnologia da informação e da comunicação, tecnologias agropecuárias, novos materiais, nanotecnologias e tecnologias em saúde.

Gestor: SP Ventures Gestora de Recursos

FUNDO AEROESPACIAL

Perfil das empresas-alvo: empresas inovadoras com faturamento de até R$ 200 milhões.

Patrimônio do fundo: R$ 131,3 milhões, dos quais R$ 10 milhões são investidos pela Desenvolve SP.

Setores de atuação das empresas: aeronáutico, aeroespacial, de defesa e segurança e integração de sistemas.

Gestor: Portbank Capital gestora de Recursos

FUNDO CRP EMPREENDEDOR

Perfil das empresas-alvo: empresas com faturamento de até R$ 150 milhões.

Patrimônio do fundo: R$ 100,7 milhões, dos quais R$ 10 milhões são investidos pela Desenvolve SP.

Setor de atuação das empresas: propulsores de inovação, energias renováveis, petróleo e gás, bens de capital, nanotecnologia, fármacos, biotecnologia, novos materiais, entre outros.

Gestor: CRP Companhia de Participações

FUNDO PERFORMA SC-I

Perfil das empresas-alvo: empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões.

Patrimônio do fundo: R$ 26 milhões, dos quais R$ 2 milhões são investidos pela Desenvolve SP.

Setor de atuação das empresas: biotecnologia, nanotecnologia, aplicações médicas, tecnologias sustentáveis (clean tech) e serviços especializados em tecnologia da informação.

Gestor: Performa Investimentos

FUNDO BBI FINANCIAL I

Perfil das empresas-alvo: empresas com faturamento de até R$ 150 milhões.

Patrimônio do fundo: R$ 168,4 milhões, dos quais R$ 10 milhões são investidos pela Desenvolve SP.

Setores de atuação das empresas: ciências da vida – biotecnologia, bem-estar, equipamentos médicos e diagnósticos, biofármacos, saúde, biotecnologia agrícola, biotecnologia industrial, biocombustíveis e alimentos, entre outros.

Gestor: BBI Financial Gestão Recursos

Fonte: http://www.desenvolvesp.com.br/comunicacao/revista-desenvolve-sp/revista-desenvolve-sp-edicao-3/


Receba notícias e informações sobre o Canal do Empresário